21 de Fevereiro de 2011

INAUGURAÇÃO DO PERCURSO PEDESTRE ARRIBAS DO TEJO DIA 26 DE MARÇO

Tem a data de 2011-02-11.

A notícia é lançada no espaço e na net da Câmara Municipal de Gavião.

Embora as datas não combinem, a notícia tem o cunho da INATEL e lá foi colocada em primeira mão em sua revista. Tem a data de Fevereiro de 2010 a revista TEMPO LIVRE da INATEL.

Não combina.Vai assim uma grande diferença entre os pontos. Não combina e vai assim uma grande diferença entre os pontos...

Que importa pois lá a coisa o blog "ALENTEJO no NORTE" quer acreditar no 2-11.

Mas mais do que o número é o nome encontrado.

Arribas do Tejo o blog gosta muito. Nome muita bem conseguido e muita forte. Em três palavras se resume a coisa como deve ser. Nesta vez os criativos da organização estiveram à altura do seu verdadeiro nome e lhe fizeram juz...

Mas começa na revista ""Arribas do Tejo" é um pequeno percurso de pequena rota.

Trilha veredas antigas que serpenteiam as encostas sobranceiras ao rio Tejo, são trilhos ancestrais, construídos ao longo dos tempos por gerações de pastores e camponeses, gente simples respeitadora dos valores da natureza.

São caminhos abertos com habilidade pelas mãos calejadas de um povo que sempre viveu aquilo que a terra lhe dava (...). É um percurso circular, que se desenvolve nas duas margens deste grande rio que é o Tejo, em terras das freguesias de Gavião e de Belver, terras ricas de património e história..."

Fogo lá a beleza que a coisa filosófica queima. Formosa e maravilhosa é ela ou o Fogo mais ardente...

Fala aos seus caros que o texto do jornalista é muita longo e seduz como uma mulher bonita e bela ou lá o éter a ter contornos de uma deusa ou lá a Deusa uma estrela e a mãe do mundo a mais bela é ela...

E mais uma vez a coisa lhe fica pela metade.

Parece que houve o esquecimento de promover a ribeira de Belver, uma maravilha que se lho diga!

É algo que vem do útero dela. Selvagem e muito doce...

publicado por DELFOS às 03:27
19 de Fevereiro de 2011

"Portugal O' Meeting (POM'2011) recebe no dia 4 e 5 de Março mais de um milhar de atletas estrangeiros de orientação. de 24 nacionalidades. A mais internacional prova desportiva nacional é pontuável para o "ranking" mundial da Federação Internacional de Orientação decorre no Crato, Alter do Chão e Portalegre.

Fernando Costa, director da prova, conta ter aproximadamente 1400 atletas em competição, contando com a presença de um milhar estrangeiros.

O responsável da prova, Portugal O' Meeting, referiu que à data da "data da apresentação do POM'2011, o GD4C(Grupo Desportivo 4 Caminhos) tinha registado a inscrição de 1380 atletas, mil dos quais oriundos de outros países como Suécia, Finlândia, Suíça, Noruega, França, Reino Unido, Dinamarca, Alemanha, Espanha e Letónia, num total de mais de três centenas e meia de clubes inscritos.

O prova passará pelos municípios do Crato, Alter do Chão e Portalegre, entre 5 e 8 de Março, estando a organização a cargo do Grupo Desportivo 4 Caminhos (GD4C), com sede na Senhora da Hora, Matosinhos.

Em declarações, o responsável da prova justificou a escolha destas localidades:

"Escolhemos o Alentejo porque tem uma grande riqueza, que é a sua natureza. A orientação tem uma ligação muito íntima com a natureza. O POM nasceu em 1996 e começou a ganhar raízes. Nesta altura do ano é a prova mais importante a nível mundial. Nenhum país se atreve a organizar um evento na época do Carnaval"

A presença da suíça Simone Niggli-Luder, campeã e recordista mundial, já está confirmada, assim como a do francês Thierry Gueorgiou, considerado o melhor atleta masculino da atualidade na modalidade de orientação.

A cerimónia de apresentação da prova, realizada no Cais de Vila Nova de Gaia, serviu ainda para homenagear o maratonista António Pinto, que tendo começado por se dedicar ao ciclismo, cedo trocou as bicicletas, aos 20 anos, em 1986, para se dedicar ao atletismo. Inicialmente destacando-se em provas de meio-fundo, o atleta é bem conhecido pelos resultados obtidos na Maratona de Londres."

http://www.dn.pt/desporto/outrasmodalidades/interior.aspx?content_id=1787396&page=-1

publicado por DELFOS às 01:36
16 de Fevereiro de 2011

A Câmara Municipal de Nisa, na Nota de Imprensa n.º 09 de 07/02/2011, informa o seguinte:

"No próximo dia 20 de Fevereiro, a associação juvenil INIJOVEM promove a caminhada "Trilho da Serra de S. Miguel", na aldeia do Pé da Serra, freguesia de S. Simão (Nisa).

Esta caminhada abre o calendário 2011 de actividades pedestrianistas promovidas pela INIJOVEM. Trata-se de um passeio pedestre circular que, ao longo de cerca de 14 km, terá como pano de fundo a Serra de S. Miguel, ponto mais alto do concelho de Nisa, que se eleva a 463 metros de altitude, miradouro por excelência desta região do norte alentejano. Terá ainda como principais pontos de interesse a visita às aldeias do Pé da Serra, Vinagra, Monte Cimeiro, esta última desabitada desde cerca de 1984, a subida ao alto da Serra junto ao vértice geodésico de S. Miguel, onde em tempos idos, existiu a Capela do Arcanjo com o mesmo nome. Esta caminhada cruzará ainda, nalguns pontos, o percurso pedestre "PR5: À Descoberta de S. Miguel". No final da caminhada realizar-se-á, na sede do Centro Recreativo e Cultural "Os Amigos do Pé da Serra", um almoço convívio sob o lema "Leva o teu e come do de todos!".

Os interessados em participar poderão inscrever-se até dia 18 de Fevereiro e obter mais informações na Internet (http://inijovem.blogspot.com) ou através do contacto directo na sede da INIJOVEM, em Nisa (Rua Marechal Gomes da Costa, 12), entre as 21h30 e as 24h00), por telefone (245 413671, 934777819) ou por correio electrónico (inijovem@gmail.com).

Apoiam esta iniciativa a Junta de Freguesia de S. Simão e o Centro Recreativo e Cultural "Os Amigos do Pé da Serra".

As actividades pedestrianistas (caminhadas) têm numerosos aderentes no concelho de Nisa. Ao longo do ano, colectividades como a INIJOVEM e a Associação NisaViva e outras entidades, designadamente as escolas promovem caminhadas nos espaços urbanos e nas áreas rurais, aliando a prática da actividade física ao contacto com a natureza, à descoberta das belezas naturais e ao conhecimento do património histórico. Nas margens dos rios Tejo e Sever foram definidos e sinalizados 8 percursos pedestres registados e homologados pela Federação Portuguesa de Campismo e Montanhismo."

publicado por DELFOS às 12:45
15 de Fevereiro de 2011


Nisa e Portas de Rodão

Tudo se conjuga para este ser um dos mais apetecíveis territórios a descobrir. Este é talvez o Alentejo menos evidente, onde se sente a paisagem serrana com a influência da Beira Baixa, ali mesmo ao lado, ligada pelo Rio Tejo. Mas é aqui que sentimos, em grande, as forças da Natureza que moldam até a mais rija das pedras, formando um dos mais admiráveis cenários naturais de Portugal. A força das águas foi também transporte de riquezas auríferas, de legiões, de mercadorias, de contrabando, de histórias e lendas que não ficarão por contar sempre que por aqui se passa.

Descrição
Percurso: Natural, rural e à beira rio, com passagens por trilhos pouco marcados e uma subida acentuada até ao ponto de vista das Portas de Ródão.
Região: Aleejnto.
Local: Nisa.
Temáticas: Natureza, Geologia, Paisagem, História.
Assuntos de interesse: Ribeira de Nisa, centrais eléctricas, termas da Fadagosa de Nisa, Rio Tejo no Alentejo, Arneiro, Santana, Escarpa de falha do Ponsul, Conhal do Arneiro, Portas de Ródão, Castelo do Rei Wamba, lenda
Buraco da Faiopa.

História
Primeira edição:
5 Março 2011
Número de realizações:
Total de caminheiros:
Percurso original: Identificado e reconhecido pela SAL, a partir de informação editada pela Câmara Muncipal de Nisa.
Originalidade: Passear entre enormes montes de seixos e subir às Portas de Ródão.

Informações Técnicas
Tipo de percurso:
Circular.
Meio: Rural.
Distância: 20Km A VERIFICAR GPS.
Duração aproximada: 7 horas.
Desnível máximo: 300m.
Subidas: Data: Ver
Agenda Individuais.
Hora de Encontro: 10:00h, no caso de Agenda Individuais.
Inscrição:
Ver programa específico.
Preço Individuais:
Ver programa específico.
Pagamento:
Ver programa específico.
Cartão SAL:
Ver programa específico.
Bilhetes Pré-Comprados:
Ver programa específico.
Em exclusivo: Quando quiser, por marcação. Ver
Programas para Grupos.
Preço em Programas para Grupos: De acordo com o programa escolhido.

Como Chegar
Local de encontro:
Parque de estacionamento do Cemitério do Arneiro (Freguesia de Santana).
Coordenadas geográficas (GPS): N39º36'28'' W07º41'450''
Acesso: De Nisa, siga a N18 em direcção a Castelo Branco. Siga sempre em frente (11km). Vire a esquerda em direcção a Arneiro / Duque / Pardo (CM527). Passe o corte para Monte do Pardo (do lado esquerdo) e 850 metros depois vire no estradão a esquerda em direcção a Velada; vire logo a direita junto a um muro branco (muro do cemitério). De Nisa até ao ponto de encontro, são 14km (20 minutos); desde o corte na N18, são 3,3km.
Onde estacionar: No Parque de estacionamento em frente ao Cemitério.

Mapa: Localização em não disponível.

Observações
Não é possível fazer os seus abastecimentos no local de encontro.

Formulário de Inscrição no final da página
Descrição

Percurso: Natureza e História.

Região: Alentejo.

Local:
Concelho de Nisa.
Programa de passeios pedestres a realizar:

Sábado 5 Março 2011 - Subir às Portas de Rodão VER+
Domingo 6 Março 2011 - Pelas Encostas do Sever VER+

Como Participar
Data:
5 e 6 Março 2011.

Hora de Encontro:
10:00h.

Inscrição Prévia:
Através de formulário que encontra nesta página ou no local com preço diferenciado. Pode participar nos dois passeios ou em apenas um passeio.

Inscrição "Última Hora-Last Minute":
No local de partida.


Preço Individuais
Inscrição Prévia
- Pagamento confirmado até 15:00h de 4 Março 2011.
Bilhete dois dias - 25,00Euros

Bilhete para cada passeio individual - 15,00Euros

Inscrição "Última Hora-Last Minute"- Pagamento após 15:00h de 4 Março 2011.
Bilhete dois dias - 30,00Euros
Bilhete para cada passeio individual - 20,00Euros

Pagamento:
Transferência ou cheque para inscrição prévia ou em dinheiro no local. Levar dinheiro trocado.
Cartão SAL:
50% de desconto. Ver
Cartão SAL.
Bilhetes Pré-Comprados.
Ver Pacotes PimPamPum.
Dois dias - 4 bilhetes
.
Cada passeio individual - 3 bilhetes.
Em exclusivo: Quando quiser, por marcação. Ver
Programas para Grupos.
Preço em Programas para Grupos: De acordo com o programa escolhido.


Como Chegar
Local de encontro:
Ver programa de cada Passeio Pedestre.
Sábado 5 Março 2011 - Subir às Portas de Rodão VER+
Domingo 6 Março 2011 - Pelas Encostas do Sever VER+


Como Participar
Data: Ver
Agenda Individuais.
Hora de Encontro: 10:00h, no caso de Agenda Individuais.
Inscrição:
Ver programa específico.
Preço Individuais:
Ver programa específico.
Pagamento:
Ver programa específico.
Cartão SAL:
Ver programa específico.
Bilhetes Pré-Comprados:
Ver programa específico.
Em exclusivo: Quando quiser, por marcação. Ver
Programas para Grupos.
Preço em Programas para Grupos: De acordo com o programa escolhido.

Como Chegar
Local de encontro:
Parque de estacionamento do Cemitério do Arneiro (Freguesia de Santana).
Coordenadas geográficas (GPS): N39º36'28'' W07º41'450''
Acesso: De Nisa, siga a N18 em direcção a Castelo Branco. Siga sempre em frente (11km). Vire a esquerda em direcção a Arneiro / Duque / Pardo (CM527). Passe o corte para Monte do Pardo (do lado esquerdo) e 850 metros depois vire no estradão a esquerda em direcção a Velada; vire logo a direita junto a um muro branco (muro do cemitério). De Nisa até ao ponto de encontro, são 14km (20 minutos); desde o corte na N18, são 3,3km.
Onde estacionar: No Parque de estacionamento em frente ao Cemitério.

Mapa: Localização em não disponível.

Observações
Não é possível fazer os seus abastecimentos no local de encontro.

Formulário de Inscrição no final da página
Descrição

Percurso: Natureza e História.

Região: Alentejo.

Local:
Concelho de Nisa.
Programa de passeios pedestres a realizar:

Sábado 5 Março 2011 - Subir às Portas de Rodão VER+
Domingo 6 Março 2011 - Pelas Encostas do Sever VER+

Como Participar
Data:
5 e 6 Março 2011.

Hora de Encontro:
10:00h.

Inscrição Prévia:
Através de formulário que encontra nesta página ou no local com preço diferenciado. Pode participar nos dois passeios ou em apenas um passeio.

Inscrição "Última Hora-Last Minute":
No local de partida.


Preço Individuais
Inscrição Prévia
- Pagamento confirmado até 15:00h de 4 Março 2011.
Bilhete dois dias - 25,00Euros

Bilhete para cada passeio individual - 15,00Euros

Inscrição "Última Hora-Last Minute"- Pagamento após 15:00h de 4 Março 2011.
Bilhete dois dias - 30,00Euros
Bilhete para cada passeio individual - 20,00Euros

Pagamento:
Transferência ou cheque para inscrição prévia ou em dinheiro no local. Levar dinheiro trocado.
Cartão SAL:
50% de desconto. Ver
Cartão SAL.
Bilhetes Pré-Comprados.
Ver Pacotes PimPamPum.
Dois dias - 4 bilhetes
.
Cada passeio individual - 3 bilhetes.
Em exclusivo: Quando quiser, por marcação. Ver
Programas para Grupos.
Preço em Programas para Grupos: De acordo com o programa escolhido.


Como Chegar
Local de encontro:
Ver programa de cada Passeio Pedestre.
Sábado 5 Março 2011 - Subir às Portas de Rodão VER+
Domingo 6 Março 2011 - Pelas Encostas do Sever VER+

Alojamentos Parceiros
Quando fizer a sua reserva no alojamento tem de informar que é participante dos Passeios Pedestres SAL. Deve, no momento de compra do bilhete para o passeio, informar a SAL em que alojamento ficou alojado. A SAL e o alojamento trocarão esta informação para que o valor a pagar no seu check-out seja o preço conseguido pela SAL.

NISA

Casa das Colunas TER
Palmira Coutinho
Praça da República 116 - Nisa
Telf 245 107 166
www.casadascolunas.blogspot.com
casadascolunas@gmail.com

Condições SAL:
Em negociação.

Residencial São Luís
R.Visconde Vale Sobreira 46A - Nisa
Telf 245 429 907
residencialsaoluis@gmail.com
http://residencial-sao-luis.tripod.co
m
Condições SAL: Em negociação.

Casa Chão do Prior TER
Rua Palhais 12 - Amieira do Tejo
Telf 245 457 006 ou 966 823 580
www.casachaodoprior.com
chaodoprior@gmail.com
Condições SAL: Em negociação.

Residencial N Sra Graça
Praça República 90B - Nisa
Telf 245 413 558
Condições SAL: Em negociação.


GAVIÃO

Quinta do Belo Ver TER
Rua Cap João Pires 2 - Belver Gavião
Telf 241 639 040 ou 962 676 193
www.quintadobelover.net
geral@quintadobelover.net
Condições SAL: Em negociação.

Casa Covão da Abitureira
Rua da Estação 3 - Belver Gavião
Telf 241 635 211
www.abitureira.com
casa.covao.abitureira@iol.pt
Condições SAL: Em negociação.

Quinta Ribeirinho TER
Belver Gavião
Telf 241 555 135 ou 241 556 027
www.quintadoribeirinho.com
info@quintadoribeirinho.com
Condições SAL: Em negociação.

Quinta do Carvalhal TER
Gavião
Telf 241 638 888 ou 918 682 711
www. quintadocarvalhal.com.sapo.pt
qtacarvalhalcima@mail.telepac.pt
Condições SAL: Em negociação.

Inatel Centro Alamal
Gavião
Telf 245 900 243
www.inatel.pt
inatel.gaviao@inatel.pt

Condições SAL: Em negociação.


CASTELO DE VIDE


Hotel Sol e Serra
Castelo de Vide
Telf 245 900 000
www.grupofbarata.com
hotelsoleserra@grupofbarata.com

Condições SAL: Em negociação.

Hotel Castelo de Vide
Castelo de Vide
Telf 245 908 210
www.hotelcastelodevide.com
geral@hotelcastelodevide.com
Condições SAL: Em negociação.

Residencial Casa do Parque Castelo de Vide
Telf 245 901 250
www.casadoparque.net
rcasadoparque@gmail.com
Condições SAL: Em negociação.


PASSEIOS PEDESTRES SAL EM WWW.SAL.PT

Venham a estas terras. Venham embarcar nesta aventura. Devia de ser assim todo o ano a oferta turística. Post só possível com a informação gentilmente cedida a título gracioso pelo espaço http://www.sal.pt/

publicado por DELFOS às 08:49
13 de Fevereiro de 2011

"MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, DO DESENVOLVIMENTO RURAL E DAS PESCAS
Portaria n.º 830/2010 de 1 de Setembro - Cumpridos os preceitos legais e com fundamento no disposto na alínea a) do artigo 40.º do Decreto -Lei Diário da República, 1.ª série — N.º 170 - 1 de Setembro de 2010 3835 n.º 202/2004, de 18 de Agosto, com a redacção que lhe foi conferida pelo Decreto -Lei n.º 201/2005, de 24 de Novembro, e com a alteração do Decreto -Lei n.º 9/2009, de 9 de Janeiro, consultado o Conselho Cinegético Municipal do Gavião, de acordo com a alínea d) do artigo 158.º do mesmo diploma, e no uso das competências delegadas
pelo Ministro da Agricultura, do Desenvolvimento Rural e das Pescas pelo despacho n.º 78/2010, de 5 de Janeiro, manda o Governo, pelo Secretário de Estado das Florestas e Desenvolvimento Rural, o seguinte:

Artigo 1.º
Concessão
É concessionada a zona de caça associativa da Amizade (processo n.º 5577 -AFN), por um período de seis anos, à Amizade — Associação de Amigos da Atalaia e Ferraria, com o número de identificação fiscal 508236339 e sede social na Rua da Casa do Trabalhador, 5, Atalaia, 6040 -011 Gavião, constituída por vários prédios rústicos sitos nas freguesias de Atalaia, Comenda e Gavião, todas do município do Gavião, com a área de 1693 ha, conforme planta anexa à presente portaria e que dela faz parte integrante.

Artigo 2.º
Efeitos da sinalização.

Esta concessão só produz efeitos relativamente a terceiros com a instalação da respectiva sinalização.

Artigo 3.º
Produção de efeitos
Esta portaria produz efeitos a partir do dia seguinte ao da sua publicação.
O Secretário de Estado das Florestas e Desenvolvimento
Rural, Rui Pedro de Sousa Barreiro, em 24 de Agosto de 2010.
Portaria n.º 831/2010 de 1 de Setembro de 2010."

Mas Ela ainda mexe.
MAS Ela ainda transpira vida pelos buracos não perceptíveis do seu corpo e que morra lá a mulher mas que lhe fique a fama e ela a indo deixando.

Que força incrível que ainda resiste.

Mas Ela será vencida e mas não ficará convencida este pequeno povoado e existência ainda vão deslumbrando em coisa distante e sempre o foi a lá mais esquecida...

publicado por DELFOS às 04:32
09 de Fevereiro de 2011





publicado por DELFOS às 03:00
06 de Fevereiro de 2011

"Enquadrada por blocos de granito e carvalhais de carvalho-negral, esta barragem situa-se numa zona especialmente rica e com uma envolvente de grande beleza. Contrariamente a outras barragens do Alentejo, a barragem da Póvoa não costuma atrair um grande número de patos, mas é um local excelente para observar o mergulhão-de-crista e aszonas envolventes oferecem um excelente leque de espécies nidificantes




Especialidades:mergulhão-de-crista, alcaravão, cuco-rabilongo, noitibó-de-nuca-vermelha, toutinegra-tomilheiraOutras espécies:corvo-marinho-de-faces-brancas, garça-branca-pequena, garça-real, cegonha-branca, milhafre-preto, águia-cobreira, águia-calçada, codorniz, borrelho-pequeno-de-coleira, tarambola-dourada, abibe, narceja-comum, maçarico-bique-bique, maçarico-das-rochas, guarda-rios, abelharuco, cotovia-montesina, cotovia-arbórea, andorinha-das-rochas, andorinha-dáurica, petinha-ribeirinha, carriça, pisco-de-peito-ruivo, rouxinol-comum, cartaxo-comum, rouxinol-bravo, felosa-poliglota, toutinegra-carrasqueira, papa-figos, picanço-real, picanço-barreteiro, pega-rabuda, pega-azul, estorninho-preto, pardal-espanhol, bico-de-lacre, trigueirão.

Visita:
A zona a visitar compreende o paredão, a albufeira e os terrenos envolventes da barragem.

A estrada 1007 atravessa inicialmente alguns terrenos agrícolas, que são habitualmente frequentados pela
pega-rabuda e pela cotovia-montesina - esta última pousa frequentemente nos muros junto à estrada. O trigueirão é frequente nos campos envolventes, que são igualmente frequentados pela codorniz e pelo alcaravão. No início da Primavera, esta é um bom local para observar o cuco-rabilongo. Ao longo da estrada há pequenas manchas de giesta, onde ocorre a toutinegra-tomilheira. Junto aos pequenos eucaliptais é possível ouvir, ao crepúsculo, o canto do noitibó-de-nuca-vermelha. Durante os meses de Inverno podem ser vistos pequenos bandos de pardal-espanhol e alguns abibes.

Um pouco mais adiante, surge a
ponte sobre a Ribeira de Nisa - aqui é possível estacionar do lado esquerdo, cerca de 100 metros antes da ponte, prosseguindo a pé até ao tabuleiro, a fim de prospectar as margens ribeira. O nível de água nesta ribeira é muito variável e em anos secos apenas se vê uma linha de água enquanto que noutros o plano de água da barragem chega até aqui. Este local é especialmente interessante no Inverno, época em que é frequente observar-se a
narceja-comum, o maçarico-bique-bique e
a
petinha-ribeirinha. (quando o nível de água está muito baixo, estas aves apenas são observáveis cerca de 1 km mais adiante, junto ao plano de água). Outras espécies que habitualmente ocorrem junto à ponte incluem o guarda-rios e a andorinha-das-rochas.

A estrada prossegue ao longo da margem esquerda da albufeira, havendo diversos pontos de paragem e caminhos de terra para a direita, que permitem observar os vários recantos do plano de água, que permitem geralmente ver o
mergulhão-de-crista, bem como o corvo-marinho-de-faces-brancas, o pato-real, a garça-branca-pequena e a garça-real., para além das limícolas já referidas. Durante a Primavera e o Verão, o borrelho-pequeno-de-coleira e uma presença regular ao longo das margens, o milhafre-preto pode ser visto a voar sobre a albufeira e a águia-calçada também é vista com frequência.

De um lado e de outro da estrada começam a surgir carvalhais, que são frequentados pela
trepadeira-comum, pela trepadeira-azul e, na Primavera, e pelo picanço-barreteiro





Por fim chega-se ao paredão da barragem - o melhor local de estacionamento fica do lado nascente do paredão, junto aos enormes eucaliptos. Este é um sítio privilegiado para observar o mergulhão-de-crista, que é uma presença constante nesta albufeira (ocasionalmente chegam a ver-se, no Inverno, até 20
indivíduos). Os rochedos ao longo da margem servem geralmente de pouso ao
corvo-marinho-de-faces-brancas e à garça-real, enquanto que a andorinha-das-rochas voa frequentemente junto ao paredão, procurando os insectos de que se alimenta. Os quatro enormes eucaliptos servem de suporte a ninhos de cegonha-branca, por baixo dos quais há uma pequena colónia de pardal-espanhol. Este é também um bom local para observar a andorinha-dáurica na Primavera. Os estorninhos-pretos sao frequentes nas imediações.

Uma pequena estrada desce, por entre o arvoredo, até à base do paredão, onde a vegetação se adensa e forma uma galeria ripícola ao longo da ribeira. Aqui ocorre habitualmente o
pisco-de-peito-ruivo (que é pouco comum no Alentejo durante a epoca de reprodução), bem como diversas outras espécies típicas de zonas ripícolas, tais como o rouxinol-comum, a carriça, o rouxinol-bravo e a felosa-poliglota. O canto do papa-figos pode ouvir-se neste local durante os meses de Maio e Junho.

O percurso de regresso pode ser feito pelo lado oriental da barragem, usando a estrada M525 que liga Povoa e Meadas a Castelo de Vide. Prossegue-se então até ao próximo cruzamento e vira-se à direita, virando novamente à direita no cruzamento seguinte. A estrada prossegue agora por carvalhais bem
desenvolvidos, que são frequentados pela
pega-azul. Nesta zona ocorrem também algumas aves de rapina, como a águia-cobreira e a águia-d'asa-redonda.Melhor época: Março a JunhoDistrito: PortalegreConcelho: Castelo de VideOnde fica: no norte alentejano, cerca de 10 km a noroeste de Castelo de Vide e 25 km a norte de Portalegre.
Partindo de Castelo de Vide, toma-se a N246 para oeste em direcção a Alpalhão. Depois de passar o cruzamento com a estrada para Portalegre, vira-se à direita pela estrada municipal 1007, seguindo a indicação de “Barragem da Póvoa”." in
http://www.avesdeportugal.info/sitbarrpovoa.html a coisa assim se começa e se regista.


E continuando - o blog "GAVIÃO no ALENTEJO - vai até à Câmara de Castelo de Vide e de lá trouxe "Em 1925 surge a Hidro-Eléctrica do Alto Alentejo: empresa constituída com a finalidade de criar e levar energia mais barata não só a algumas populações do Distrito, mas também a indústrias da região. O Eng. José Custódio Nunes, natural Póvoa e Meadas, cedo conseguiu compreender a necessidade de aproveitar as grandes torrentes de água que nos meses de Inverno engrossavam o caudal da Ribeira de Nisa, transformando toda esta força em energia eléctrica.

No escasso período de apenas dois anos era dado por concluído o paredão, de directriz ligeiramente convexa, secção trapezoidal, 28,5 metros de altura máxima e um desenvolvimento de 360m, criando uma superfície inundável, ao Nível de Pleno Armazenamento, de 236ha e 6km de comprimento.

Surge então em 1927 a Barragem de Póvoa e Meadas tendo sido a primeira e maior Hidro-Eléctrica de Portugal. Situa-se a cerca de 11km para Noroeste de Castelo de Vide, abrangendo uma área inserta nas freguesias de S. João Baptista e S. Tiago Maior, e é alimentada pela mais longa ribeira do concelho de Castelo de Vide, para além de uma série de pequenos cursos de água.

O leito da albufeira é caracterizado pela existência de afloramentos rochosos graníticos que contribuem para um cenário particular de grande beleza. Em torno, a paisagem é marcada pela existência de carvalhais. A Sul da albufeira, algumas culturas arvenses e, a Nordeste, a mancha verde de grandes eucaliptos e pinheiros constituem a excepção neste conjunto.

A albufeira encontra-se classificada como de " Utilização Limitada" e, assim, em termos de usos secundários no plano de água tem-se o seguinte:


• É proibida a pesca profissional;


• A captura do lagostim vermelho da luisiana e a pesca desportiva de espécies exóticas são livres em toda a albufeira, à excepção do achigã, cuja captura deverá observar o disposto na legislação específica;


• É proibida a caça nas praias, espaços turísticos, áreas de protecção e respectivas zonas envolventes e no plano de água;


• É proibida a aquacultura intensiva;


• É proibida a navegação a motor, com excepção das embarcações de emergência;


• A instalação de pontões ou jangadas flutuantes, para amarração de embarcações ou apoio à utilização da albufeira, só pode ser autorizada aos estabelecimentos turísticos, concessionários das áreas de recreio balnear, ou ás autarquias, desde que associada a iniciativas de utilidade pública.


PÓVOA

Povoa1des.gif (15454 bytes)


PLANTA


Povoa2des.gif (4210 bytes)

ALÇADO

Povoa3des.gif (6756 bytes)


UTILIZAÇÕES - Energia

LOCALIZAÇÃO

DADOS GERAIS

Distrito - Portalegre
Concelho - Castelo de Vide
Local - Póvoa e Meadas
Bacia Hidrográfica - Tejo
Linha de Água - Ribeira de Nisa

Promotor - HIDROTEJO, Hidroeléctrica do Tejo, SA
Dono de Obra (RSB) - HIDROTEJO
Projectista - Hidro Eléctrica Alto Alentejo
Construtor - Hidro Eléctrica Alto Alentejo
Ano de Projecto - 1925
Ano de Conclusão - 1928

CARACTERÍSTICAS HIDROLÓGICAS

CARACTERÍSTICAS DA ALBUFEIRA

Caudal de cheia - 250 m3/s

Área inundada ao NPA - 2360 x 1000m2
Capacidade total - 22000 x 1000m3
Capacidade útil - 18800 x 1000m3
Nível de pleno armazenamento (NPA) - 312 m
Nível de máxima cheia (NMC) - 313 m

CARACTERÍSTICAS DA BARRAGEM

DESCARREGADOR DE CHEIAS

Betão - Gravidade
Altura acima da fundação - 32 m
Altura acima do terreno natural - 28,5 m
Cota do coroamento - 313,5 m
Comprimento do coroamento - 400 m
Fundação - Granito
Volume de betão - 32 x 1000 m3

Localização - Margem esquerda
Tipo de controlo - Sem controlo
Tipo de descarregador - Canal de encosta
Cota da crista da soleira - 309,85 m
Caudal máximo descarregado -
110 m3/s

DESCARGA DE FUNDO

CENTRAL HIDROELÉCTRICA

Localização - Talvegue
Tipo - Através da barragem
Controlo a montante - Comporta
Controlo a jusante - Jacto ôco
Dissipação de energia - Jacto oco e fossas de erosão

Tipo de central - Céu aberto
Nº de grupos instalados - 2
Tipo de grupos - Francis
Potência total Instalada - 0,74 MW
Energia produzida em ano médio - 1,6 GWh





E o atrás exposto foi retirado de http://cnpgb.inag.pt/gr_barragens/gbportugal/Povoa.htm. O blog "GAVIÃO no ALENTEJO" queria terminar e ficar por aqui. Mas não foi possível. O acto cerebral com a dita seria incompleto e não lhe cantaria o seu devido fado e que lhe merece.


Continuando, o seu breve apontamento, sabe que uma força política neste alentejo e distrito, o Bloco de esquerda, em 28-10-2009, no seu site, em http://cnpgb.inag.pt/gr_barragens/gbportugal/Povoa.htm:



projecto_village.jpgDepois de 75 anos de concessão à EDP, a barragem volta às mãos do Estado em condições degradadas por completa ausência de quaisquer obras de manutenção e requalificação. As perdas de água através das fissuras da barragem são evidentes, o que coloca em causa capacidade de abastecimento dos cerca de 8 concelhos do distrito de Portalegre pelo sistema multimunicipal.


villageÁguas do Norte Alentejano (AdNA), que tem nesta barragem a principal fonte de abastecimento.

A barragem é também importante para o recreio e lazer das populações pela sua albufeira, praia fluvial e paisagem de grande beleza. No entanto, o estado de degradação do empreendimento e de toda a área envolvente não permitem maximizar o seu usufruto. A sujidade, falta de limpeza da vegetação, ruínas de edifícios outrora destinados a um empreendimento turístico, ausência de equipamentos com condições dignas de utilização, como acontece com o actual parque de merendas e instalações sanitárias, são exemplos do estado lastimável, de desleixo e abandono, a que chegou todo este espaço. O Bloco de Esquerda considera que a EDP tem a obrigação de executar as obras de reabilitação e requalificação da infra-estrutura da barragem e da área envolvente, conforme estabelecia o contrato de concessão que agora findou, e que é nestas condições que a barragem deve reverter para o Estado. Assim, ao abrigo das disposições constitucionais e regimentais, o BE requer ao Ministério do Ambiente, Ordenamento do Território e Desenvolvimento Regional os seguintes esclarecimentos:

1º) Vai o Ministério obrigar a EDP a realizar as obras de reabilitação e requalificação da infra-estrutura da barragem de Póvoa e Meadas e da área envolvente, conforme estabelecia o contrato de concessão que agora findou e estabelece a reversão desta infra-estrutura para o
Estado?

2º) A barragem de Póvoa e Meadas vai manter a produção de energia hidroeléctrica? Se sim, a quem vai ser atribuído o novo título para a captação de água para esta função?

3º) Conhece o Ministério o motivo pelo qual o empreendimento turístico Village, com edifícios a degradar-se junto à barragem, foi abandonado? Vai o Ministério proceder à demolição dos mesmos e à requalificação ambiental deste espaço?

4º) Que medidas vai o Ministério adoptar para apoiar a valorização do espaço envolvente à infra-estrutura da barragem de modo a maximizar o usufruto para actividades de recreio e lazer das populações? "


O blog não sabe se as obras form feitas e se o problema já está resolvido. O que o blog sabe, é um lugar infinito que se descobre no interior...

publicado por DELFOS às 13:15
03 de Fevereiro de 2011

O site, "htpp://www.ttverde.com", anuncia no seu espaço:

Evento

Título:

8º Passeio TT Prova dos Vinhos
Data:
05.02.2011
Onde:
Vale do Peso - Concelho do Crato
Tipo:
TT Turístico

Descrição

Já se encontram abertas as inscrições para o 8º TT Prova dos Vinhos em Vale do Peso, a realizar no dia 5 de Fevereiro de 2011.


PREÇOS: Adulto - 30,00 "Rodas"
Crianças dos 6 aos 10 anos - 15,00 "Rodas"
Crianças até aos 5 anos - Grátis
(Reservamo-nos o direito de pedir documento oficial para confirmação da idade das crianças)

INCLUI: Passeio TT, 1 DVD por viatura com filme do passeio, 1 brinde por inscrito (excepto crianças dos 0 aos 5 anos), pequeno almoço, almoço e na parte da tarde entradea livre na já famosa Prova de Vinhos, onde termos saborosos petiscos oferecidos pela Junta de Freguesia de Vale do Peso

Informações e inscrições:

Rui Ferreira
961463575 -

geral@nucleoprogresso.com geral@nucleoprogresso.com

publicado por DELFOS às 12:07
11 de Janeiro de 2011



O site, "htpp://www.ttverde.com", anuncia no seu espaço:

Evento 

Título:

8º Passeio TT Prova dos Vinhos
Data:
05.02.2011
Onde:
Vale do Peso - Concelho do Crato
Tipo:
TT Turístico

Descrição

Já se encontram abertas as inscrições para o 8º TT Prova dos Vinhos em Vale do Peso, a realizar no dia 5 de Fevereiro de 2011.


PREÇOS: Adulto  - 30,00 "Rodas"
Crianças dos 6 aos 10 anos -  15,00 "Rodas"
Crianças até aos 5 anos - Grátis
(Reservamo-nos o direito de pedir documento oficial para confirmação da idade das crianças)

INCLUI: Passeio TT, 1 DVD por viatura com filme do passeio, 1 brinde por inscrito (excepto crianças dos 0 aos 5 anos), pequeno almoço, almoço e na parte da tarde entradea livre na já famosa Prova de Vinhos, onde termos saborosos petiscos oferecidos pela Junta de Freguesia de Vale do Peso

Informações e inscrições:

Rui Ferreira
961463575  - geral@nucleoprogresso.com
publicado por DELFOS às 10:14
28 de Novembro de 2010

Muito obrigado meus senhores, pelo vosso e-mail. Apenas são 21:16 da noite, uma noite que tem o nome de domingo e o sobrenome de 28/11/201o.

Não! Não podereis ter a faculdade de imaginar a luz que senti e a felicidade que me evadiu quando recebi o vosso mail. Eu apenas o penso que a cidadania funcionou... 

Memorando da Reunião de 08-10-2010

Aos oito dias do mês de Outubro de dois mil e dez, na sala de reuniões do edifício dos Paços do
Concelho de Portalegre, compareceram, em representação das entidades parceiras:
-
-
-
-
-
-
-
-
-
-
-
-
-
-
-
-
Não compareceram à reunião os Municípios de Arronches, Avis, Fronteira, Marvão, Monforte,
Ponte de Sôr, o Instituto Politécnico de Portalegre e a Associação de Agricultores do Distrito de
Portalegre.
Município de Alter do Chão – Sónia Carrilho;Município de Campo Maior – João Sanguinho;Município de Castelo de Vide – Ângela Santana; José Manuel Carvalho;Município de Crato – Sónia Mirrado;Município de Elvas – Carla Simões;Município de Gavião – Ricardo Aparício;Município de Nisa – Jaime Bozarro;Município de Portalegre – Emília Mourato Silva; Georgina carrilho, Teresa Narciso;Município de Sousel – Rosaria Coutinho;Associação Comercial de Portalegre – Elizabete Rocha;Fundação Robinson – Alexandra Carrilho;Fundação Alter Real – Sandra Veiga;NERPOR – Maria Emília Perestrelo;Turismo do Alentejo, ERT – José Santos;CIMAA – Ana Garrido, Carlos Nogueiro; José Conchinha;QUALIFICA – Alexandra Carrilho; Ana Calado.
2
Abertura:
Pelas 14:30 horas foi iniciada a reunião, onde se abordaram os seguintes pontos:
Documentação distribuída:
-
- Quadro do reajustamento do cronograma do Programa Estratégico;
- Aditamento às Fichas de Projecto do Programa Estratégico
- Protocolo de Financiamento
- Aviso de candidatura
- Plano de Animação do Alentejo
Quadro do reajustamento dos valores do Programa Estratégico;
1 –
Enquadramento do Programa Estratégico no INALENTEJO
2 –
Descrição do quadro resumo das Operações / Domínios de Intervenção
3 –
Reforço de alguns aspectos formais relevantes:
-
beneficiar da taxa de comparticipação de 80%.
- Antes de submeter uma operação, qualquer beneficiário terá de celebrar, com o
respectivo destinatário final, um protocolo em que sejam definidos os direitos e deveres
de cada um.
As operações que não forem submetidas até 31 de Dezembro de 2010 poderão não
4
– Exposição e debate sobre cada um dos projectos de investimento:
4.1
da Rede Urbana – Turismo do Alentejo, ERT
Um dos princípios da actuação do Turismo do Alentejo, ERT nesta operação será o
de não dividir o território e o de não duplicar conceitos. O enfoque recairá sobre a
nova linha de imagem produzida.
O Turismo do Alentejo, ERT encontra-se já a efectuar uma recolha de imagens,
aproveitando as horas de sol, ainda existentes nesta altura do ano, para criar um
banco de imagens a utilizar no futuro.
– Promoção e divulgação de recursos, activos e produtos representativos do património
3
4.2
ao património da Rede Urbana - CIMAA
O Município de Portalegre
da operação em causa:
- Ser realizada uma edição anual, durante três anos, de cada um dos eventos
Jogos Equestres Nacionais, Feira dos Saberes e Sabores e Feira do Património,
sendo que, excepto os Jogos Equestres Nacionais, os restantes não teriam
necessariamente de se realizar sempre no mesmo Concelho.
- Serem efectuados entre um a quatro procedimentos concursais para contratar
empresas que promovam, de acordo com a mesma linha orientadora e padrão
de qualidade, os eventos, de forma a garantir a elegibilidade das despesas.
- Cada parceiro suportará a parte do investimento não comparticipado proporcional
ao custo dos eventos que se realizarem no seu território.
Relativamente à
solicitado aos Municípios que, até dia 18-10-2010, comuniquem ao Município de
Portalegre, com conhecimento à CIMAA, o seu interesse em promover algum(s)
destes eventos, em que anos e com que valor estimado.
Relativamente à
menor dimensão que os referidos anteriormente), foi solicitado aos Municípios, e
restantes parceiros, que, até ao mesmo dia 18-10-2010, comuniquem ao Município
de Portalegre, com conhecimento à CIMAA, quais os eventos que pretendem incluir
no projecto, respectivos anos e valor estimado, sendo que os que forem indicados
deverão constar do Plano de Animação do Alentejo (promovido pelo Turismo do
Alentejo, ERT), salvo casos excepcionais que serão posteriormente analisados.
A forma de organização e de execução desta operação foi largamente debatida pelos
Municípios.
– Organização de eventos para divulgação dos recursos, activos e produtos associadossugeriu alguns pressupostos genéricos para à execuçãoFeira dos Saberes e Sabores e à Feira do Património, foiRede de eventos, feiras e festividades (eventos à partida de
4
4.3
Foi referido por alguns parceiros, designadamente os ligados ao sector empresarial,
NERPOR e Associação Comercial do Distrito de Portalegre, que, mais do que criar
um Gabinete de Promoção e Empreendedorismo para o Alto Alentejo, é importante
identificar o que é necessário para que os que já existem funcionem melhor e o que é
que poderão fazer de novo, em termos das suas competências.
No âmbito desta operação foi solicitado a t
da sua natureza
desenvolver.
– Promoção e estímulo da inovação e do empresário – Município de Portalegreodos os parceiros, independentemente, que indicassem até dia 18-10-2010, as acções que pretendem
4.4
A CIMAA informou os parceiros que, em princípio, a animação e governação da
Rede será efectuada conjuntamente pela sua estrutura técnica e pela do Município
de Portalegre, uma entidade enquanto representante de todos os Município e a outra
enquanto representante dos restantes parceiros e líder do Programa Estratégico.
Este facto permitirá reafectar alguma da verba prevista para a operação da
organização de eventos. No entanto deverá sempre ser conservado um montante
para a realização da
Estratégico.
– Animação e governação da Rede Urbana - CIMAAmonitorização e avaliação da execução do Programa
5
Para efeitos de tratamento de informação e posterior operacionalização de algumas
tarefas, foi criada uma equipa técnica de trabalho restrita, constituída por um membro
de cada um dos seguintes parceiros:
– Criação de uma equipa de trabalho técnica restrita
5
Foi agendada uma reunião da equipa de trabalho restrita para dia 21-10-2010, pelas
14.00 horas na sala de reuniões do edifício dos Paços do Concelho de Portalegre,
com a seguinte ordem de trabalhos:
- Análise de toda a informação remetida pelos parceiros;
- Elaboração de calendarização de cada acção integrada no projecto (reuniões
a realizar, elaboração das peças dos concursos, elaboração das
candidaturas);
- Definição das despesas elegíveis.
11-10-2010
CIMAA
Turismo do Alentejo, ERT
Município de Portalegre
Fundação Alter Real
NERPOR
Qualifica
Instituto Politécnico de Portalegre

Mas nestas coisas dos blog(s) sempre existe alguma coisa mais a dizer. Quando um empreendimento turístico está a ser construído, que está indo mais a boas, que património oferece esta terra a quem tem o prazer de a visitar. Mas mais, não se vai passar ao lado de toda uma etnografia que partiu e já não volta. Que falando dizendo, como se pode conhecer este Alentejo, se os caminhos, as suas artérias estão bloqueadas com porteiras e não dá para circular. Que quanos anos ando eu a lutar para se fazer escavações arqueológicas num determinado sítio e ninguém lhe liga nenhuma...
Vou tentar apagar o texto que tinha escrito, o mais me fez confusão são essas ou esses jogos, como pensando se outros não terão um melhor impacto.
Não sei já assim muita bem o que escrevi no outro texto. Gostava que fossem capaz de se recordar do rio Sôr e da ribeira de Seda e tivessem o prazer de contemplar a barragem da Maroteira....
ms_ss=hotmail&at_xt=4cc6ea35d21a0476,0
publicado por DELFOS às 15:11
Abril 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

arquivos
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO